Artigo: O outro pé da sereia, de Mia Couto

As simbólicas viagens pela água: a direção da morte e do desconhecido em O outro pé da sereia, de Mia Couto

Luara Pinto Minuzzi

Resumo: Este trabalho tem por objetivo analisar a simbologia de viagens de barco no romance O outro pé da sereia, de Mia Couto. Em específico, foram eleitas aquelas jornadas pela água relacionadas com a morte e com a busca pelo desconhecido. Para o estudo das simbologias que os barcos carregaram ao longo dos séculos, foram escolhidos, como suporte teórico, obras de Gilbert Durand, Gaston Bachelard, Mircea Eliade e Carl Gustav Jung. 

Para ler na íntegra, acesse:

http://www.todasasmusas.org/08_01.html

  

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s