Dos escritos às telas: os tableaux vivants de Camilo Castelo Branco, de Milca Tscherne


A vida do escritor português Camilo Castelo Branco é tema de inúmeras obras. Aqui, serão relacionadas duas delas: o filme, O dia do desespero (1992), de Manoel de Oliveira (n.1908), e o teledrama Todo o amor é amor de perdição (1991) de Luiz Francisco Rebello (n.1924). Ambos os autores, cineasta e dramaturgo, são portugueses, contemporâneos e ainda ativos. Ambas as obras partiram de uma proposta compósita de reconstruir momentos da vida de Camilo a partir de seus próprios escritos. 

Leia na íntegra em:

Visite:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s