Nautas no leme do destino: Bernardo Santareno e uma concepção católica da tragédia, de Fernanda Verdasca Botton


Partindo de um estudo intertextual a analisar as peças Édipo Rei e Antônio
Marinheiro (o Édipo de Alfama), o presente artigo tem duplo objetivo: diferenciar o trágico em Sófocles e em Bernardo Santareno e, posteriormente, analisar como essas diferentes concepções do trágico refletem, respectivamente, o pensamento social do mundo grego antigo e do mundo católico português moderno.

 Fernanda Verdasca Botton é Professora da Fatec. Doutora, Mestre e graduada pela USP. Autora do livro A lira assassina de Orfeu – Bernardo Santareno e os intertextos de O inferno e organizadora da Coleção Teatro em língua portuguesa da Editora Todas as Musas

Leia na íntegra em:
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s