Teatro e história: um jogo de vice-versa, de Lucirene Aparecida Carignato e Queila Cristiane de Lima Rodrigues


A partir do movimento artístico denominado Novo Teatro ou Teatro Independente, surgido na América Latina no final dos anos 50, este artigo discute a relação das criações teatrais, dos grupos engajados nesta proposta, com o contexto em que estão inseridos, tomando como exemplo uma das experiências desenvolvidas pelo grupo colombiano Teatro Experimental de Cali – TEC, com base no texto La Autópsia, de Enrique Buenaventura, procurando a investigação de uma história não oficial. 

Lucirene Aparecida Carignato é graduada em História pela USP e mestre em História Social pela PUC/SP
Queila Cristiane de Lima Rodrigues é graduada em História e Pesquisadora em Iniciação Científica

Leia na íntegra em: 


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s